Novo trailer traz notas informativas sobre gagueira

Posted on janeiro 29, 2011

0


Pôster do filme O Discurso do ReiNovo trailer legendado do filme O Discurso do Rei vem agora acompanhado de importantes notas informativas sobre gagueira no final (veja abaixo).

O drama conta a história do reinado de George VI (“Bertie”, interpretado por Colin Firth) — pai da atual rainha Elizabeth II —, sua inesperada ascensão ao trono, sua luta contra a disfemia (gagueira persistente), sua relação de amizade com o fonoaudiólogo australiano Lionel Logue (interpretado por Geoffrey Rush) e seu esforço para fazer jus à condição de rei e não renunciar ao cargo.

O filme foi o recordista de indicações ao prêmio BAFTA (14 indicações) e ao Oscar (12 indicações). O Discurso do Rei deve estrear nos cinemas do Brasil dia 11 de fevereiro, duas semanas antes do Oscar, com distribuição da Paris Filmes.

NOVO TRAILER LEGENDADO:

SINOPSE DO FILME:
Bertie (Colin Firth) se vê diante de um grande dilema ao ter de assumir o poder após a morte de seu pai, George V (Michael Gambon), e a escandalosa abdicação de seu irmão, Eduardo VIII (Guy Pearce). Em virtude da disfemia (gagueira persistente) que possui desde a infância, enfrentar um microfone para fazer pronunciamentos à nação representa um desafio maior do que estar em um front de batalha. O ano era 1936 e o Reino Unido vivia um momento crítico de sua história. Preocupada com os percalços que a gagueira traria a Bertie no exercício do poder, com o país à beira de uma guerra e precisando desesperadamente de um líder, sua esposa (Helena Bonham) resolve pedir ajuda a um fonoaudiólogo nada ortodoxo, o australiano Lionel Logue (Geoffrey Rush). Baseado na história real do Rei George VI, o drama nos mostra os bastidores da difícil e desesperada luta do monarca para reencontrar a própria voz e evitar o colapso institucional de seu país.

SOBRE A GAGUEIRA:
A gagueira é um distúrbio do neurodesenvolvimento que afeta a fluência da fala e pode causar forte impacto negativo na vida da pessoa que gagueja. Dada a importância da comunicação no dia a dia, a gagueira tende a prejudicar consideravelmente a funcionalidade do indivíduo em vários aspectos da vida, sobretudo nos âmbitos acadêmico, social e ocupacional. Assim como o Rei George VI, cerca de 1% da população adulta, em todos os países e culturas do mundo, sofre de gagueira persistente. O distúrbio surge tipicamente na infância, atinge 5% das crianças e persiste na idade adulta em 1% delas. Apesar da prevalência relativamente alta, a gagueira infelizmente ainda não recebe a atenção e o cuidado que necessita. A maioria dos casos tem origem neurológica ou genética e a intensidade dos sintomas pode ser influenciada por fatores como estresse, estado emocional e cansaço físico. Não há cura, mas um bom tratamento pode reduzir a frequência e a severidade dos bloqueios, diminuir a relutância em falar e melhorar a autoestima.

Posts relacionados:
Prevendo os efeitos do filme O Discurso do Rei
Divulgado cartaz oficial do filme The King’s Speech
Filme sobre gagueira vence 1ª prévia do Oscar 2011

Posted in: cinema, gagueira