iPhone ajuda paciente com Parkinson a melhorar fluência

Posted on setembro 16, 2011

9


Há 14 meses, Mark Wilson, à esquerda, recebeu o diagnóstico de mal de Parkinson. Reportagem da BBC mostrou como um aplicativo para iPhone o ajudou a controlar a gagueira provocada pela doença, permitindo-lhe reencontrar a confiança na fala e realizar o desejo de discursar no casamento da filha.

Mark Wilson, de 53 anos, estava com um grande problema relacionado ao casamento de sua filha. Ele sofre de mal de Parkinson – e um dos sintomas associados à doença, a gagueira, transformou o ato de falar numa tarefa desgastante para ele. Apesar disso, o pai da noiva não queria abrir mão do desejo de fazer um discurso em homenagem à filha no dia do casamento.

Receoso de que a gagueira verbal causada pelo Parkinson o impedisse de realizar esse desejo, ele foi em busca de orientação no Hospital Weston General, em Somerset (Inglaterra). Lá ele encontrou ajuda em um recurso terapêutico totalmente inesperado: um aplicativo para iPhone (veja vídeos abaixo).


Mike Richards, fonoaudiólogo do Hospital Weston General, descobriu o aplicativo enquanto buscava na internet diferentes opções de aparelhos capazes de melhorar a fluência da fala por meio de feedback auditivo atrasado (DAF – Delayed Auditory Feedback).

Mark Wilson em consulta com Mike Richards, fonoaudiólogo do Hospital Weston General.

No mal de Parkinson, além dos tremores, é frequente que a gagueira também se manifeste como um sintoma associado à doença, trazendo ao paciente uma grande insegurança em relação à sua fala. Porém, depois de experimentar o efeito proporcionado pelo aplicativo, o Sr. Wilson sentiu-se com a confiança recuperada.

Tanto no Parkinson quanto na gagueira do desenvolvimento persistente (a forma mais comum do distúrbio), dispositivos de DAF podem ajudar as pessoas que gaguejam através do que os especialistas chamam de “efeito coro”: ao atrasar por uma fração de segundo o retorno auditivo da voz do paciente, o dispositivo cria a ilusão de que a pessoa está falando junto com outra. Isso facilita a manutenção da fluência e torna a fala menos sujeita a rupturas.

Richards afirma que tais dispositivos eletrônicos, semelhantes a aparelhos de surdez, podem chegar a custar até 10 mil reais e diz que se sentiu muito recompensado ao encontrar uma alternativa de baixo custo para ajudar seu paciente.

“Meu velho eu”

Sr. Wilson comemora resultado obtido com aplicativo: "É um pequeno milagre que me devolveu meu velho eu".

O Sr. Wilson, morador do bairro de Churchill, em Somerset, disse que a experiência de usar um aplicativo de DAF para quem tem gagueira como ele é semelhante a “ligar e desligar um interruptor”.

“Para mim, o efeito foi imediato. Ele soa no meu ouvido como se houvesse um eco repetindo tudo o que eu digo de volta para mim. Mas para o ouvinte, soa como se eu estivesse falando perfeitamente normal”, disse ele. “É um pequeno milagre que me devolveu meu velho eu.”

O Sr. Wilson teve de vender sua empresa de importação de café em Bristol e precisou entrar precocemente com um pedido de aposentadoria depois de ter sido diagnosticado com Parkinson 14 meses atrás. Ele disse que a gagueira causada pelo mal de Parkinson afetou consideravelmente sua personalidade.

“Sempre fui uma pessoa de respostas rápidas – sempre pronto a dizer algo engraçado ou espirituoso – , mas minha gagueira deixou-me mais quieto e calado, porque eu não conseguia colocar as palavras no momento adequado”, disse ele. “Agora, recuperei minha confiança. O fato de ter que discursar no casamento da minha filha já não me traz medo – vou me sair bem.”

Mike Richards, o fonoaudiólogo que o atendeu, salientou que a mesma técnica de DAF pode beneficiar cerca de um terço das pessoas que gaguejam. Embora não funcione em todos os casos de gagueira, naqueles pacientes que encontram benefício no recurso, o uso de DAF pode promover uma mudança instantânea no padrão de fluência da fala.

Lionel Logue aplicando no príncipe Bertie a técnica do mascaramento auditivo em cena do filme "O Discurso do Rei" (The King's Speech, Reino Unido, 2010)

Quem viu o filme “O Discurso do Rei” deve se lembrar de um cenário parecido naquela memorável cena em que o terapeuta Lionel Logue utiliza um gramofone para fazer mascaramento auditivo em Bertie, modificando seu feedback auditivo e eliminando temporariamente a gagueira em seu paciente.

Embora não seja exatamente a mesma técnica utilizada no aplicativo do iPhone, ambas se aproximam por serem duas formas de indução de fluência que fazem uso do mesmo princípio fundamental: a alteração do feedback auditivo.

O vídeo abaixo mostra o tipo de alteração de feedback auditivo que o DAF Assistant, aplicativo usado pelo Sr. Wilson, realiza:

Além de estar disponível para iPhone, o DAF Assistant também tem uma versão para celulares que rodam sistema android. Ambas as versões são pagas e custam 12,99 dólares. Seguem abaixo os links para quem tiver interesse em adquirir o aplicativo:

DAF Assistant para iPhone (preço: 12,99 dólares)
DAF Assistant para Android (preço: 12,99 dólares)

Fonte original da notícia na BBC: Father-of-bride helped by stammer phone app.
Data de publicação: 7 de junho de 2011.

Posts relacionados:
“O Discurso do Pai da Noiva”: reportagem completa da BBC
Anvisa discrimina gagueira e sobretaxa o speecheasy
6 textos essenciais para entender a gagueira
Matéria na Folha de S. Paulo: “A gagueira na real”
Surpreendente caso de gagueira causada por estreptococos
Estudo do NIH descobre os primeiros genes da gagueira

About these ads